Categoria: Espiritualidade

OS USOS POLÍTICOS DO ATEÍSMO: O CAPITALISMO É O PREÇO DA PAZ

O ATEÍSMO É A MELHOR COISA, EXCETO NOS CASOS EM QUE DEIXA DE SER O mistério dos ateus que não deixam de acreditar em coisas incrivelmente convenientes Ateus e desconversos me interessam mais do que crentes e religiosos, porque via de regra submeteram-se a um autoexame mais inclemente e no processo abandonaram um bom número […]

Ler mais

A FALTA QUE DEUS FAZ

Existindo fora e acima da narrativa oficial, Deus encontrava prazer em contestar as alegações de justiça e de suficiência das soluções políticas toleradas ou admiradas pelos homens Parte essencial da imagem que o ocidente faz de si mesmo é que nos consideramos desde sempre mais lúcidos e esclarecidos do que o resto do mundo. Por […]

Ler mais

O que é cristianismo de libertação

A obra O que é o Cristianismo de libertação tem o mérito de mostrar que os ideais da revolução e da libertação não são monopólio da tradição marxista Este é o título de um dos mais recentes livros de Michael Löwy. Nascido no Brasil, viveu e lecionou na Sorbonne por muitos anos, mantendo sempre laços […]

Ler mais

Só um Deus nos poderá salvar

A crise de nossa civilização técnico-científica exige mais que explicações históricas e sociológicas. Ela demanda uma reflexão filosófica que desemboca numa questão teológica. Quem o viu claramente foi Martin Heidegger (1889-1976), antes mesmo que tivesse surgido o alarme ecológico.Numa famosa conferência em 1955 em Munique “Sobre a questão da técnica”na qual estavam presentes Werner Heisenberg […]

Ler mais

Até quando esqueceremos Karl Marx?

“Como Keynes é mais tolerado queMarx no mundo universitário, muitos acadêmicos assustam-se de ser vistos como marxistas e preferem disfarçar-se sob a qualificação de keynesianos. O disfarce é uma forma de luta pela sobrevivência em ambientes tão profundamente direitistas, como ocorre na Espanha (inclusive Catalunha), onde quarenta anos de ditadura fascista e outros tantos de democracia supervisionada pelos poderes de sempre deixaram sua […]

Ler mais

A fé não é uma ideologia e o marxismo não é uma fé. Entrevista com frei Betto

Pensar a relação entre religião e política na América Latina, nos anos de 1960, implica entender que esta relação está baseada tanto em conflitos como em convergências, tanto em legitimidades como em oposições, tanto em lutas como em aproximações. Longe de se tratar de uma questão “epocal” poderíamos sustentar que: “Uma visão, a longo prazo, nos mostra que […]

Ler mais

Martin Luther King sabia que não há nada de pacífico na ação direta não-violenta

PorAlexander Livingston TraduçãoMelanie Castro Boehmer Os comentaristas do establishment adoram citar Martin Luther King para deslegitimar protestos de militantes radicais e envergonhar manifestantes indisciplinados. Mas King não era um defensor de um protesto passivo e complacente – para ele, a mobilização consistia em forjar uma força coletiva poderosa que pudesse coagir as elites no poder […]

Ler mais

Papa ajuda trans na quarentena

Luís Corrêa Lima, padre jesuíta, professor da PUC-Rio e trabalha com pesquisa sobre gênero e diversidade sexual, comenta a ajuda do Papa Francisco a um grupo de pessoas transexuais. Eis o artigo. Um grupo de pessoas transexuais pediu ajuda ao papa Francisco e ele respondeu rapidamente. É uma história de solidariedade em tempos de pandemia, contada à imprensa italiana por Andrea Conocchia, pároco de Torvaianica, pequeno centro do litoral […]

Ler mais

Esperança. Artigo de Manuel Castells

É aí dentro, em nossas mentes e em nossas entranhas, que precisamos encontrar a força para afirmar a vida, lutar contra qualquer desânimo, inventar novas formas de produzir, gerir, consumir, circular, governar e querer, adaptadas a essa reconstrução que é mais profunda do que ainda se acredita. Enquanto combatemos (sim, porque será necessário combater) contra as hidras que surgem dos abismos da humanidade, […]

Ler mais

Aos 15 anos da morte do filósofo francês Jacques Derrida, o último subversivo

Há de ser fundamentalmente honesto para figurar entre os filósofos vivos mais importantes e escrever um último livro cujas primeiras páginas figuras a anedota de um psicanalista que confessa os limites de sua compreensão do mundo. Há que ser imensamente humano e comedido para escrever, em outro livro final, sou “um espectro inelutável que nunca […]

Ler mais