Placebos!

A minha grande dúvida não é na capacidade do mundo de criar “placebos”, mas sim na sua capacidade de torná-los verdadeiros.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *