Um intelectual profético

PorTulio Augusto Custódio Hoje é aniversário do filósofo e escritor Cornel West. Incansável defensor do socialismo democrático, West consegue ser impiedoso na denúncia do imperialismo, racismo e militarismo e inspirador de um futuro comum de justiça e igualdade para novas gerações. West não acredita que é apenas com publicações que pode impactar o público com…Continue reading Um intelectual profético

O que é a Fundação Cultural Palmares e qual a importância dela para a população negra do Brasil

Órgão é responsável por certificação de quilombos, participa do licenciamento de obras de infraestrutura e fomenta cultura afro-brasileira; novo presidente nega racismo no Brasil. A reportagem é publicada por Instituto Socioambiental – Isa, 29-11-2019. Esta semana, a Fundação Cultural Palmares nomeou seu novo presidente: Sérgio Nascimento de Camargo. Militante de direita, ele nega a existência de racismo, rechaça o Dia da Consciência…Continue reading O que é a Fundação Cultural Palmares e qual a importância dela para a população negra do Brasil

Racismo no mundo acadêmico: um tema para se discutir na universidade

Acesso de alunos negros às universidades cresceu nos últimos anos. Mas pesquisadores ainda enfrentam dificuldades para se destacar no universo científico Quantos professores negros você teve, ou tem, no seu curso de graduação? E inovações científicas e novas tecnologias, sabe quantas e quais delas foram desenvolvidas por pesquisadores negros? Não ter resposta para essas questões…Continue reading Racismo no mundo acadêmico: um tema para se discutir na universidade

Marxismo e a questão racial

“Se é possível dizer que o marxismo permite uma compreensão científica da questão racial, também se pode afirmar que a análise do fenômeno racial abre as portas para que o marxismo cumpra sua vocação de tornar inteligíveis as relações sociais históricas em suas determinações sociais mais concretas.” Publicado em 14/12/2016 // 6 comentários Escultura do…Continue reading Marxismo e a questão racial

Máquina de moer preto Três ex-internos contam como o sistema socioeducativo do RJ se parece com um presídio

Do lado de dentro do enorme muro pintado de bege, a piscina só serve de enfeite. Ninguém pode usar. Ali não há João, Pedro, Marcelo: os nomes de registro foram substituídos por números de identificação. Quem não decora o seu número corre o risco de apanhar, já que não atenderá quando for chamado. A solução…Continue reading Máquina de moer preto Três ex-internos contam como o sistema socioeducativo do RJ se parece com um presídio