Quatro meninas brasileiras estupradas por hora. Um crime generalizado e silenciado

Mais de 5.300 menores de 13 anos no Brasil denunciaram abusos sexuais em 2019. A ponta do iceberg, pois considera apenas o que chega aos ouvidos da polícia NAIARA GALARRAGA GORTÁZARSão Paulo – 18 MAI 2021 – 11:16 BRT Geralmente são notícias curtas na imprensa local. “Um homem e uma mulher foram presos pelo estupro de uma menina…Continue reading Quatro meninas brasileiras estupradas por hora. Um crime generalizado e silenciado

Neutralidade na ciência e injustiça epistêmica

No Norte Global, a noção de que os feminismos não representam apenas um movimento social e político, mas também uma epistemologia, é bastante conhecida. Epistemólogas sociais feministas como Sandra Harding, Linda Alcoff, Donna Haraway, entre outras, defendem que a experiência histórico cultural das mulheres justifica uma epistemologia feminista, um ponto de vista sobre o conhecimento, centralizado na…Continue reading Neutralidade na ciência e injustiça epistêmica

Por um feminismo que transforme tudo

Descrição “Uma caixa de ferramentas para ser usada contra a ofensiva neoliberal e conservadora, mas também uma investigação tramada ao calor das assembleias, das mobilizações, das greves internacionais do 8 de março, que conecta as violências econômicas, financeiras, políticas, institucionais, coloniais e sociais.” Assim o jornal argentino Página 12 definiu o livro A potência feminista, ou o desejo…Continue reading Por um feminismo que transforme tudo

“No meio das trevas, sorrio à vida”

Há 149 anos, nascia Rosa Luxemburgo, numa Polônia controlada pelo Império Russo. Exemplo de energia militante e fidelidade aos princípios humanistas e revolucionários, sempre se opôs à ilusão de que um acúmulo de transformações graduais produziria as transformações necessárias rumo a um mundo de paz, justiça e igualdade. Por isso, já na Alemanha, Rosa se…Continue reading “No meio das trevas, sorrio à vida”

A imagem da mulher e a esquerda

[La Liberté guidant le peuple (1830) de Eugène Delacroix, uma das representações mais célebres da “Liberdade” como uma mulher nas barricadas. Embora tivesse sido elaborado em comemoração à Revolução de Julho de 1830 que levou Luís Felipe ao poder, o quadro foi considerado explosivo demais e acabou sendo comprado e guardado pelo Rei para evitar sua exibição pública.] Por Lincoln Secco.* “Uma…Continue reading A imagem da mulher e a esquerda

Silivia Federici no Brasil

Assista ao vídeo da conferência de Silvia Federici no Memorial Finalmente soltamos o vídeo da conferência “Silvia Federici em São Paulo – Diálogo com Sabrina Fernandes, Jera Guarani e Mariléa de Almeida”, realizada no Auditório Simón Bolívar do Memorial da América Latina, em São Paulo, em 24 de setembro de 2019. Primeiramente, publicamos em nosso…Continue reading Silivia Federici no Brasil

Os algoritmos estão formando novos machistas?

Eu já tinha ouvido falar em incels, os celibatários involuntários, porque eles estão ligados a diversos tiroteios mundo afora, inclusive aqui no Brasil. Mas fora isso, nem sabia da existência de outros grupos de ódio a mulheres até que a Carolina Oms, diretora d’AzMina, foi debater com um masculinista. Desde então, mergulhei na busca por esses grupos…Continue reading Os algoritmos estão formando novos machistas?